O Grenal é um dos maiores clássicos do futebol no Brasil, envolvendo Internacional e Grêmio, os dois maiores times do estado do Rio Grande do Sul. A rivalidade se estende há mais de um século, desde o primeiro confronto em 1909. A partir de então, as cores azul e vermelho passaram a representar mais do que simplesmente os uniformes dos clubes, mas a paixão e o orgulho de toda uma região.

Atualmente, o Grenal já ultrapassa a marca de 400 jogos oficiais, com equilíbrio em número de vitórias, empates e derrotas. Além disso, os confrontos entre Inter e Grêmio já decidiram diversos títulos importantes, como campeonatos estaduais, regionais e nacionais.

A rivalidade intensa é marcada por diversas histórias e curiosidades. Por exemplo, durante muitos anos, os torcedores do Internacional costumavam provocar seus adversários com a música Até morrer, Inter, até que os fãs do Grêmio respondiam com a letra modificada: Até morrer... de rir do Inter. Outra história famosa do Grenal é a do extra-campo: em 2008, o meia Tcheco, então jogador do Grêmio, foi flagrado no vestiário do Inter carregando uma bandeira do seu clube depois de uma vitória. Ele precisou se desculpar publicamente por questões de segurança.

Além disso, os torcedores dos dois clubes costumam se dividir em grupos sociais distintos, com diferentes traços culturais. Enquanto a torcida do Grêmio é conhecida por seu estilo mais popular, de festa e descontração, os torcedores do Inter costumam ser mais elitizados e sofisticados.

Entretanto, o que realmente move a rivalidade entre Inter e Grêmio é a paixão pelo futebol e a tradição desses clubes, que acumulam títulos, mitos e lendas em suas histórias. Para os torcedores, os Grenais são sempre jogos especiais, que mexem com o coração, os nervos e as emoções.

Entre os momentos mais marcantes desse duelo histórico, podemos citar o primeiro Grenal, vencido pelo Grêmio por 10 a 0; a final do Campeonato Gaúcho de 1989, que terminou com a vitória do Inter nos pênaltis e a invasão de campo da torcida vermelha; e o Grenal do século, em 2008, quando os dois times se enfrentaram pela Libertadores em um jogo que entrou para a história.

Por fim, é importante ressaltar que, apesar da intensidade da rivalidade, existe um respeito mútuo entre Inter e Grêmio. Os torcedores sabem que, para manter viva a tradição do Grenal, é preciso muitas vezes dividir a cidade de Porto Alegre em duas, mas que ambos os clubes têm um papel importante na história do futebol brasileiro. E, quem sabe, um dia veremos um Grenal decisivo na final da Libertadores novamente.